Ganda Ordinarice

Desabafo bem intencionado e imagético sobre o Salão Erótico de Lisboa.

quinta-feira, junho 21, 2007

VESÚVIO

Tua gruta, Vesúvio
jorra
quando minha língua provoca
a tua lava

Vem à tona, eflúvio
coisa morna
cheiro de foca
que não se lava

Tua cona, Vesúvio
fria, algo eslava
minha língua drakkar
que não se trava

Tua gruta é fria
gélida, cortante
minha língua é ardente
e saltitante

Tua cona, Vesúvio
qu'eu derreto
que lambo e transformo
num cornetto

Tua gruta, Vesúvio
é minha casa
atira-me à cara
sou grutesco

Dick Hard

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial