Ganda Ordinarice

Desabafo bem intencionado e imagético sobre o Salão Erótico de Lisboa.

quarta-feira, janeiro 10, 2007

Caralho! O Damião partiu a bandeira do Brigola!




Brigola. Sim, Brigola. Francisco Brigola. O infeliz. O azarado. O Brigola joga ténis de mesa no Inatel e é um apaixonado da modalidade. Eu já joguei com o Brigola. Eu perdi sempre com o Brigola. A primeira vez na Mouraria, numas salas que o Inatel tinha para ali, ao pé da esquadra da Polícia. Da primeira vez até fui para os balneários dos velhinhos da ginástica e só dei por ela passado um bocado.
O Brigola foi o único a perder um “set” comigo no primeiro ano em que joguei no Inatel, segundas categorias, se é que eu tenho alguma categoria. O Brigola perdeu o “set” por 22-20. E eu ainda tinha a raqueta antiga, que era fraquinha. Mas pouco mais mereço. Apesar disso, com os sábios conselhos do Miguel Amadis Mendes, comprei uma raqueta a sério.
Brigola. Sim, Brigola. O azarado, o infeliz, o apaixonado pela modalidade.
Onde é que eu ia? Ah! sim. O Brigola queria cravar-me a cadeira na sala do Multiusos, que aquilo estava de chuva para a ingrícola.
“Se fosses um cavalheiro, davas-me a tua cadeira”.
“Oh! pá, é que eu estou a apontar ponto a ponto”.
Ficámos assim.

Passado um bocado, o Brigola conseguiu um quarto com vista para a cidade. Que é como quem diz: uma cadeira com vista para o Portugal—França. E o António Vieira Pacheco (jornal O JOGO) lá ficou com o Brigola à frente. Mas com boa vontade tudo se arranjou.
E o problema foi mesmo a vontade. O Damien Eloi teve vontade. E saiu a meio de um jogo do Chila. Como a coisa estava a correr bem para a França, voltou todo entusiasmado. E para não perder muito tempo a voltar ao seu lugar, na cabeceira, passou à frente do Brigola na ponta da unha: “Allez, Chils”. E só tocou ao de leve, com o joelho, muito ao de leve, na bandeira de Portugal que o Brigola tinha na mão.
Chegou para partir a haste. E o Brigola não ficou agarrado ao pau (que era de plástico frágil), mas ficou agarrado ao pano, desgostoso.

“Ó Brigola, como é que isso partiu? Ele pisou?”
“Não, isto é Made in China, foi só um toquezinho”.
“Bem, foi sem querer”.
“Ah! sim, claro”.

Caralho! O Damião partiu a bandeira do Brigola.
Foda-se em top spin!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial