Ganda Ordinarice

Desabafo bem intencionado e imagético sobre o Salão Erótico de Lisboa.

sexta-feira, junho 22, 2007

GUSTAVO LIMA, ESTAS MIÚDAS PERCEBEM DE VELA

Carta aberta ao emérito velejador Gustavo Lima:
(com conhecimento de João Frazão, ex-campeão português de 420, de Maria Sales, ex-campeã brasileira de Laser, e das enfermeiras Maria Helena, Isabel Alexandra, Isabel Maria, Isabelinha e todas as outras enfermeiras que percebam de velas)




Antes de mais, permita-me que o felicite pelos brilhantes resultados com que tem glorificado o desporto português e elevado bem alto as escaladas de João Garcia. Oiça (como diria Paulo Portas), deixe que lhe formule os mais ardentes votos de um campeonato extraordinário ao serviço das lusas cores, deste vez em águas nacionais.

E veja em que águas velejou um belo espectáculo que decorreu ontem no palco IFG, protagonizado por Melissa Black e Chloe de Laure.

Foi de arrebimba o dildo! Dentro e fora, dentro e fora. Sorrisos, apalpanços, o delírio da multidão, o calor dos estádios, o sentirmos que qualquer coisa nos prende ao nosso país. É muito mais que Deus, Pátria e Família. É muito mais que Oliveira Salazar, que Alberto Salazar ou Eliseo Salazar. Muito mais que política, maratona ou Fórmula Um.


(Bem, lembram-se quando o Piquet deu um grande estalo no capacete do Salazar, depois de um despiste? Acho que foi o Salazar...já lá vão uns anitos. Pelo menos bateu no Salazar e não foi preso pela PIDE)

Dick Hard --- Já viste as horas?
Luís Graça --- 8 e 55 da manhã. E o dia já está fosco outra vez.
Dick Hard --- Não dormes?
Luís Graça --- Eu queria, mas estão a martelar aqui ao lado...
Dick Hard --- Toma uma “bomba”...
Luís Graça --- Já tomei...
Dick Hard --- E ainda assim não dormes?..
Luís Graça --- Eh! pá, isto não é assim...

















































































Auto-publicidade Poético-erótica

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial