Ganda Ordinarice

Desabafo bem intencionado e imagético sobre o Salão Erótico de Lisboa.

terça-feira, outubro 23, 2007

MANA A MANA




















(Fotos de JOÃO SALEMA/REPÓRTER DIGITAL, em Barcelona)


Todas as mulheres são um bocadinho irmãs umas das outras. Mas umas são mais irmãs que outras. E não estamos a fazer um trocadilho barato com freiras.
Falamos de um certo conceito de fraternidade feminina.
Por isso mesmo é que os homens se pelam por cenas lésbicas.
A nível subsconsciente, é como se houvesse uma voz bem intencionada a recordar-lhes que o mundo podia ser muito melhor se houvesse todos os dias muito amor entre as mulheres.


Ao ponto de não precisarem do amor dos homens.
Evoco aqui o filme de Terence Young (“As amazonas”) que vi no defunto Avis, com a classificação de não aconselhável a menores de 18 anos, o que queria dizer que um puto de 13 anos podia assistir, desde que acompanhado por pais ou tutores. O “Rollerball” vi no S.Jorge, com a minha avó materna.

Mas estamos a desviar-nos deste simpático palco do Salão de Barcelona, onde decorreu uma cena de amor entre mulheres, ao mesmo tempo que Sonia Baby se exibia a alguns metros de distância.
Em Lisboa as coisas também aconteceram. Mas é diferente. Em Barcelona a coisa processa-se a um nível mais...à Barcelona. Afinal, quem é que tem o Ronaldinho, o Deco, o Messi?

Em Barcelona há bandos de amigas adolescentes, que riem, saltam, mexem e falam catalão à brava. Depois, quando uma delas é “pescada” para cima de um palco, é uma festa, uma glória, uma honra. São os momentos Kodak, para mais tarde recordar.
Não interessa mesmo se uma menina catalã adolescente é uma perfeita heterossexual. O tempo é de esquecer. É tempo de sorrisos. É tempo de deixar que a porno star lamba a barriga, é tempo de permitir que as suas mãos deitem por terra o soutien preto, que acariciem os seios, que ela pegue nas mãos de uma adolescente e as cole aos seus seios.

Dez minutos de glória. Depois, a descida do palco, até à terra.

É o Salão de Barcelona. O Salão dos sorrisos, das loucuras. Barcelona é a cidade de Gaudi, do clube que tem hóquei em patins e hóquei no gelo. A cidade que fica bem de noite nos filmes de Pedro Almodovar.

3 Comentários:

  • Às 12:40 da tarde , Blogger Capitão-Mor disse...

    Um dia destes tenho que fazer uma digressão do tipo "red-light"! :)
    Abraço

     
  • Às 3:51 da tarde , Anonymous Luís Graça disse...

    Meu caro Capitão-Mor:

    É uma honra poder publicar as fotos do João Salema.Além disso, é uma questão de justiça e gratidão, dada a generosidade dele em me fornecer com um naipe enorme de fotos.

    Por isso mesmo, fiz um enorme esforço de coração para "cravar" mais umas horas de trabalho a um amigo.

    Mas a minha falta de auto-suficiência postadora é uma coisa verdadeiramente demolidora e inultrapassável.

    Já não consigo mais pedir aos amigos que me ajudem, sabendo da vida difícil por que passam, em termos de trabalho e problemas pessoais.

    Perante isso, tudo o resto é secundário. O meu dinheiro está quase a acabar-se, esvaído em manobras de "fuga em frente" para tentar ganhar dinheiro, que resultam apenas no gastar mais rápido do dinheiro.

    A minha situação está longe de ser dramática: não tenho filhos para criar, não estou a pagar casa, não tenho carro. O que é demolidor é bater sistematicamente contra a parede.

    A atitude inteligente é "encostar às boxes" e respirar fundo.

    Aprendi muito nas noites, nos últimos anos. Ganhei laços afectivos a pessoas. E estou cansado.

    Fechei um ciclo. Três Salões de Lisboa e um de Portimão. Este Salão de Barcelona é a sobremesa no final da refeição.

    Pensar que estou a editar numa área comercial (sexo e futebol) para tentar ganhar dinheiro faz-me sentir conspurcado.E não tenho vergonha do que escrevi. Sinto-me mal pela motivação.

    Os blogues para mim podem ser uma verdadeira tortura, independentemente de tudo o que já me deram. Mas não podem justificar nunca que peçamos aos amigos esforços absolutamente esgotantes.

    É arriscar demasiado. É arriscar a amizade a troco de posts.

    A solução é fácil: manter a amizade.

    O post "Dick Hard Cultural Tour, Fall 2007" é uma espécie do "cair da folha" electrónica e uma homenagem à amizade. Mesmo que eu não o soubesse conscientemente.


    Grande abraço de estima.

     
  • Às 9:26 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

    putas de emrda

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial