Ganda Ordinarice

Desabafo bem intencionado e imagético sobre o Salão Erótico de Lisboa.

domingo, maio 27, 2007

AÍ ESTÁ A TERCEIRA EDIÇÃO DO SALÃO COM A MENINA A BATER COM OS CORNOS NO CHÃO


Posso ser um bocado mauzinho, mas foi isto que aconteceu na Sala Douro 4 do Altis Park Hotel, às Olaias, na apresentação do glorioso certame.A menina do cartaz da terceira edição do SIEL (Salão Internacional Erótico de Lisboa, pavilhão quatro da FIL, entre 21 e 24 de Junho), tanto lambeu o cubo de gelo que derreteu a cola que a mantinha presa à parede.
Primeiro adornou um nadinha, tipo Titanic. O meu amigo Sérgio V. (com olho de lince) vaticinou a queda do cartaz com bons 15 minutos de antecedência. Pelas 16 horas (em ponto!), o cartaz deixou a parede e mergulhou a pique, sem provocar vítimas, mas ainda assustou a proprietária da Casa D’Eros, Maria da Luz, que não evitou um sobressalto.

Deixá-lo! A chicotada psicológica está feita. Saiu a boneca insuflável (com direito a lugar cativo nas duas primeiras edições), entrou a menina sensual que lambe um cubo de gelo delicadamente, despertando a líbido de quem é humano.

“A menina que lambe o cubo de gelo propõe um jogo. Divirtam-se!”, anunciou o porta-voz do SIEL 2007, Gimba, homem da música, cidadão do mundo, com um “look” tropical e muita desenvoltura.

E continuou para bingo, esclarecendo a filosofia do Salão para 2007:
“Queremos um salão maior, melhor, mais abrangente, interactivo, onde todos possam vir. Não queremos que se pense que é um evento na Expo visitado por meia-dúzia de tarados. Não é um evento fechado, de minorias. Toda a gente pode frequentá-lo, independentemente do credo, do gosto, da idade”.

“O Salão não morde. Não se entra directamente para o Club Bizarre, nem o Club Bizarre vai andar a perseguir as pessoas”.

“Uma meta utópica seria atingir os 100 mil visitantes. A fasquia real está nos 45 mil. Para dinamizar e normalizar a indústria do sexo. Será um fórum de reflexão e debate. Para estimular a arte erótica. Terá mais de 80 stands, cinco áreas temáticas. Eu não vou lá estar para olhar e ser olhado. Quero muito ser interactivo”.

2 Comentários:

  • Às 5:05 da manhã , Blogger Maríita disse...

    Gosto mais do cubo de gelo que da boneca insuflável.

    Beijinhos

    P.S. - Não havia necessidade de publicar tudo de uma só vez, uma pessoa fica submersa em informação.

     
  • Às 10:07 da manhã , Anonymous Luís Graça disse...

    Eu também gosto mais do cubo de gelo na boca da menina. É mais "à Martini".

    Mas fiquei com a bonequinha insuflável imortalizada nas fotos do "De boas erecções está o Inferno cheio". E tenho uma foto do 1º Salão em que eu e o Gimba estamos abraçados à boneca, a fazer caretas.

    Quanto ao caudal informativo, é de propósito. O Ganda Ordinarice pretende distinguir-se pela quantidade e qualidade de informação sobre o Salão Erótico.

    E olha que me fartei de pensar, a ver como ia fraccionar toda a informação em pequenos posts.

    É diferente escrever para um blogue, um jornal ou uma revista.

    E já houve quem tivesse notado falta de informação. Concretamente, da agência Stage Elegant, que refiro no último post. Estavam a pensar que me tinha esquecido.

    Nada disso. O post que falta é o melhor.

    Beijinhos.

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial